Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

RENTABILIZAR O ALQUEVA

No segundo de seis dias de visita ao distrito de Beja, o presidente Jorge Sampaio visitou a albufeira de Alqueva com a sua imponente barragem e aproveitou a ocasião para afirmar que o próximo desafio passa pela capacidade de o Governo transformar o empreendimento num "projecto empresarial capaz de aproveitar todas as valências”.
12 de Junho de 2002 às 23:17
Jorge Sampaio e Isaltino Moraisdurante a visita à Barragem do Alqueva
Jorge Sampaio e Isaltino Moraisdurante a visita à Barragem do Alqueva
Os administradores da EDIA e o ministro das Cidades e do Ambiente, Isaltino de Morais, acompanharam o Presidente na visita, durante a qual Sampaio considerou que este “é um projecto gigantesco, do ponto de vista do investimento do País”.


Dirigindo-se a Isaltino de Morais, o chefe de Estado salientou que cabe agora ao Governo “transformar o empreendimento num projecto empresarial rentável”. Em jeito de resposta, o ministro mostrou-se convicto das possibilidades do empreendimento e adiantou que, em breve, estas serão conhecidas por todo o País.


A construção da Barragem de Alqueva, cujas comportas foram fechadas a 8 de Fevereiro, tem por objectivo constituir uma reserva estratégica de água destina a aproveitamento agrícola, turístico e de produção de energia eléctrica.


O sistema global de rega de Alqueva irá equipar uma área com cerca de 110 mil hectares e é composto por uma rede de canais e condutas que abrangem 5 mil quilómetros, cuja construção só ficará concluída em 2025.


O Alqueva voltará hoje à agenda do Presidente, que deverá passar a manhã em Ferreira do Alentejo em contacto com agricultores locais para avaliar as potencialidades do regadio proporcionado pela barragem.


A zona de Ferreira do Alentejo, onde se situa uma mancha significativa dos regadios da região, já está a funcionar como terreno de ensaio da vertente agrícola do projecto de Alqueva, desde a sua entrada em funcionamento, em Março passado.


O dia de ontem terminou com o presidente Jorge Sampaio a assistir a um concerto no Instituto Politécnico de Beja pela Orquestra do Conservatório Regional do Baixo Alentejo, naquela que é considerada uma demonstração de que o interior do País não está afastado do mundo das artes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)