Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Rio destaca empresa em Torres Novas que "não precisa de decreto" para pagar salários acima da média

Presidente do PSD visitou três empresas no distrito de Santarém.
Lusa 14 de Janeiro de 2022 às 17:29
Rui Rio
Rui Rio FOTO: Lusa
O presidente do PSD disse esta sexta-feira, em Torres Novas, que a empresa que visitou durante a manhã é um exemplo do que o seu partido defende para a economia, pagando salários acima da média sem precisar de nenhum decreto.

Rui Rio, que visita esta sexta-feira três empresas no distrito de Santarém, duas na capital de distrito e uma em Torres Novas, afirmou que a Digidelta, ligada à comunicação digital, cumpre o que o PSD pretende que seja "um objetivo global da economia" ao conseguir níveis de modernização e de produtividade que permitem pagar salários acima da média.

"É uma empresa que não precisa de um decreto para pagar o salário mínimo, porque tem condições para pagar acima desse próprio decreto. É isso que nós queremos, ou seja, que seja a economia, que seja a realidade a levar ao aumento de salários e que não seja uma coisa artificial que depois se paga mais tarde e depois quem sai prejudicado é o mais desfavorecido", declarou.

Rio afirmou que os apoios às empresas preconizados pelo seu partido não se limitam à redução do IRC, passando igualmente pela redução dos prazos de pagamento do Estado aos seus fornecedores, colocando como objetivo chegar ao fim da legislatura com um prazo de pagamento da Administração Central a 30 dias.

"Pelo menos até ao fim desta legislatura conseguir isso é também uma ajuda, porque muitas empresas estão descapitalizadas e todo apoio para capitalização é fundamental", afirmou.

Pegando no exemplo da Digidelta, empresa que "exporta bastante, mas podia exportar muito mais se houvesse seguros de crédito mais robustos e mais alargados", o líder social-democrata apontou, também, a criação pelo Estado de uma "espécie de resseguro do que são os seguros de crédito".

No âmbito da pré-campanha para as eleições legislativas do próximo dia 30, durante a tarde, Rio vai visitar a Entogreen, uma bioindústria que usa moscas soldado-negro para produzir alimentação para animais, e a Valinvest, que apoia na gestão de empresas do setor agrícola, terminando o dia com contactos com a população no centro histórico de Santarém.

Ver comentários