Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

RUAS QUER ACABAR COM ADSE

As autarquias querem o fim da obrigatoriedade de descontar para a ADSE, sistema que o presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) considera "esgotado" e mais caro que "um seguro topo de gama".
23 de Setembro de 2002 às 20:35
"A ADSE é apenas um sistema intermediário, que não nos traz nenhuma vantagem", afirmou ontem Fernando Ruas, presidente da ANMP e da Câmara Municipal de Viseu, considerando não ser necessário haver "um organismo que apenas recolhe os fundos para depois pagar aos hospitais e às clínicas".

Por isso, as autarquias querem que o Governo as liberte da obrigatoriedade de estarem na ADSE, podendo depois cada uma "constituir o seu próprio sistema, mais barato e com maior controlo". Segundo Ruas "está no momento de apontar baterias para outro lado" e, sem querer adiantar possíveis soluções, avançou que várias autarquias podem até associar-se para encontrar um sistema conjunto.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)