Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Rui Rio ataca ‘jogada’ do PS com Bloco de Esquerda para legislativas

Líder do PSD diz que a distância “dá jeito para as eleições”.
Janete Frazão 23 de Setembro de 2019 às 08:32
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
No Dia Europeu sem Carros, Rui Rio andou de bicicleta pelas ruas do Porto, onde arrancou a campanha do PSD
Rui Rio alertou este domingo para o distanciamento do PS em relação ao Bloco de Esquerda. O presidente do PSD considera que os socialistas assumiram esta postura porque "dá jeito para as eleições".

"A distância do PS que tenho notado não é nas sondagens, é a distância relativamente ao BE, que é uma coisa que custa a entender. Enquanto foi útil para o PS, andou quatro anos com o BE ao colo. Agora, como dá jeito nas eleições fazer uma demarcação do BE, faz a demarcação. A 6 de outubro, se precisar, volta a chegar-se ao BE", ironizou Rio.

Questionado sobre se se trata de um distanciamento útil, o líder do PSD respondeu "obviamente", observando que o PS, "depois de ter estado encostado à esquerda durante quatro anos, quer durante o período eleitoral afastar-se para tentar limpar esse aspeto".

O social-democrata falava no Porto, cidade onde foi presidente de Câmara Municipal durante 11 anos e onde decidiu dar o pontapé de saída na campanha para as Legislativas de 6 de outubro.

Rio escolheu arrancar com um passeio de bicicleta para assinalar o Dia Europeu sem Carros, seguido de uma caminhada pelo Parque da Cidade.

"Temos de defender o ambiente porque é o planeta que vamos defender para as gerações seguintes. Não temos o direito de não lutar por um planeta equilibrado", explicou sobre a iniciativa escolhida para o primeiro dia oficial de campanha.

No final, o social-democrata voltou a mostrar-se cético em relação às sondagens: "Não acredito em nenhuma".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)