Rui Rio e Montenegro ‘contam espingardas’ para disputa de liderança no PSD

Líder leva moção de confiança a votos no Conselho Nacional. Rio acusa apoiantes de Montenegro de quererem manter cargos
Por Wilson Ledo|13.01.19
  • partilhe
  • 8
  • +

Depois de Rui Rio ter recusado o repto de Luís Montenegro para eleições diretas, começou um verdadeiro ‘contar de espingardas’ no PSD. "Eu próprio facilito-lhes a vida e apresento uma moção de confiança", comunicou este sábado o atual líder social-democrata.

É então no Conselho Nacional (CN) que se vai decidir o futuro do partido. O presidente deste órgão do PSD, Paulo Mota Pinto, já recebeu o pedido de convocação enviado por Rui Rio e espera avançar com uma data já no início da próxima semana, mesmo que o presidente do PSD não tenha feito sugestões ou pedido urgência. As regras ditam depois um prazo máximo de 15 dias para realizar o encontro.

Até lá, Rio e Montenegro vão ter de contar aliados para conseguir levar as suas vontades em frente. O CN é composto por 136 membros, um número que exclui Marcelo Rebelo de Sousa, já que a sua militância está suspensa por ocupar o cargo de Presidente da República.

Se todos os membros do CN votassem, Rio teria de assegurar 69 votos para continuar à frente do partido. Embora o órgão só tenha poderes para destituir a atual direção e não o líder do partido, seria pouco provável que Rio se mantivesse sem a sua equipa caso não conseguisse a maioria. Perante a moção de confiança, Luís Montenegro só poderá disputar a liderança do PSD, através de eleições diretas, se o atual presidente não tiver sucesso nessa mesma votação. Com o PSD dividido, não há um resultado previsível à vista, garantem as fontes do partido ouvidas pelo CM.

Rio acusa os apoiantes de Montenegro de quererem manter "os seus lugares nas próximas listas do partido". "Lançar o PSD numa nova disputa interna à porta de eleições é fazer o jogo do PS e prestar serviço de primeiríssima qualidade a Costa", afirmou este sábado no Porto.

Apesar dos contactos do CM, não foi possível obter uma reação de Luís Montenegro.

Presidente ouve opositor de Rio esta segunda-feira

Luís Montenegro tem uma audiência com o Presidente da República esta segunda-feira, pelas 14h00, no Palácio de Belém. Marcelo Rebelo de Sousa ouve o candidato à liderança do PSD depois de se ter reunido com Rui Rio no Porto, na sexta. Apesar de dizer não querer interferir na "vida do PSD", a postura de Marcelo tem vindo a ser criticada por alguns militantes, como Miguel Morgado, outro potencial candidato à corrida.



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!