Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Rui Rio exige acusação no caso de Tancos

Líder do PSD diz que Governo é incapaz de dar respostas e pede atuação rápida da Justiça.
Salomé Pinto 10 de Setembro de 2018 às 08:39
Rui Rio na Universidade de Verão do PSD
Rui Rio
Rui Rio na Universidade de Verão do PSD
Rui Rio na Universidade de Verão do PSD
Rui Rio na Universidade de Verão do PSD
Rui Rio
Rui Rio na Universidade de Verão do PSD
Rui Rio na Universidade de Verão do PSD
Rui Rio na Universidade de Verão do PSD
Rui Rio
Rui Rio na Universidade de Verão do PSD
Rui Rio na Universidade de Verão do PSD
O presidente do PSD, Rui Rio, exigiu este domingo que o Ministério Público (MP) "faça rapidamente a acusação correta" no caso do roubo do armamento militar de Tancos.

Rio aproveitou o seu discurso de encerramento da Universidade de Verão do PSD, em Castelo de Vide, para tocar num tema sensível para o Governo, "já que mostrou ser incapaz de dar mais respostas sobre o caso".

"Afinal, em Portugal consegue-se roubar material militar da mesma forma que se consegue entrar num jardim para roubar umas galinhas", criticou, lembrando as incoerências na investigação e as divergências entre a Polícia Judiciária Militar e a Polícia Judiciária.

"O País tem de exigir" as respostas do ponto de vista judicial, criticando a morosidade do Ministério Público. "Há coisas muito mais complicadas de investigar do que isto e já vai para lá do tempo. Não há meio de vir a público a acusação correta".

O ministro da Defesa, Azeredo Lopes, já condenou, na sua página do Facebook, a "chacota" de Rui Rio e o "vale tudo" na forma de fazer oposição.

As críticas do líder do PSD surgem numa altura em que se discute a recondução da líder máxima do Ministério Público, a procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal.

O tema já suscitou divergências internas no PSD, com Rio a criticar militantes e deputados sociais-democratas que defendem a renovação do mandato da atual procuradora.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)