Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Rui Rio recusa comentar declarações sobre médicos feitas em privado por Costa

Em causa está um pequeno vídeo, de sete segundos, que circula nas redes sociais.
Lusa 24 de Agosto de 2020 às 19:49
António Costa e Rui Rio
António Costa e Rui Rio FOTO: Lusa
O presidente do PSD, Rui Rio, recusou-se hoje a comentar as declarações sobre médicos feitas em privado pelo primeiro-ministro, António Costa, após uma entrevista ao Expresso, afirmando haver princípios que não ultrapassa.

"Há princípios éticos que eu não passo e não comento, pura e simplesmente", sublinhou Rui Rio, à margem de uma visita à Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima, no distrito de Viana do Castelo.

Confrontado pelos jornalistas sobre este episódio, Rui Rio disse não comentar "conversas em 'off', muito menos quando as conversas em 'off' são mandadas para as redações dos outros jornais".

Em causa está um pequeno vídeo, de sete segundos, que circula nas redes sociais, que mostra António Costa numa conversa privada com jornalistas do Expresso alegadamente chamando "cobardes" a médicos envolvidos no caso do surto de covid-19 em Reguengos de Monsaraz.

O Expresso já repudiou, numa nota da Direção, a divulgação desse vídeo. "Os sete segundos do vídeo ilegal descontextualizam quer a entrevista, quer a conversa que o primeiro-ministro teve com o Expresso", refere a nota, acrescentando que o jornal "desencadeará, de imediato, os procedimentos internos e externos para apurar o que aconteceu e os responsáveis pelo sucedido".

Apesar de ser uma conversa privada, CDS-PP, Chega e Iniciativa Liberal criticaram as declarações do primeiro-ministro.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
António Costa Rui Rio política partidos e movimentos liberdade de imprensa
Ver comentários