Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Sacrifícios são “em sentido contrário”

O secretário-geral da CGTP- -IN desafiou ontem Belmiro de Azevedo e Soares dos Santos a partilharem as dificuldades dos trabalhadores. "Agora é a vossa altura de fazer sacrifícios", declarou Arménio Santos, que participava na ‘Marcha contra o Desemprego’, em Loulé.
7 de Outubro de 2012 às 01:00
Arménio Carlos falou em Loulé
Arménio Carlos falou em Loulé FOTO: Hugo Delgado/Lusa

O sindicalista lamenta que os sacrifícios estejam a ser dirigidos em "sentido contrário", prejudicando trabalhadores e pensionistas, e considera que "não basta mudar o executivo para resolver os problemas estruturais de Portugal".

Cada dia que passa com este Governo "é mais um dia negro para o País", diz Arménio Carlos, que exige medidas que "obriguem a que a economia esteja ao serviço das pessoas".

A marcha passou ontem pelo distrito de Beja. A chegada a Lisboa para o encontro com a frente que partiu do norte do País está prevista para dia 13.

MARCHA CGTP ARMÉNIO CARLOS DESEMPREGO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)