Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Saída para o Chega abre guerra no CDS

Presença em manifestação de Ventura acabou por ditar desfiliação de voz conservadora.
Wilson Ledo 8 de Agosto de 2020 às 10:17
Francisco Rodrigues dos Santos diz agora que é “nula” a possibilidade de diálogo com o partido de André Ventura
Francisco Rodrigues dos Santos diz agora que é “nula” a possibilidade de diálogo com o partido de André Ventura FOTO: ESTELA SILVA/lusa
Pedro Borges de Lemos, o rosto da corrente conservadora do CDS-PP, desfiliou-se do partido e admite juntar-se ao Chega. A separação surge após o líder centrista, Francisco Rodrigues dos Santos, admitir que a presença do militante na concentração ‘Portugal não é racista’ – promovida por André Ventura – constituía uma infração que teria de ser avaliada.

Face à pandemia, Rodrigues dos Santos chegou a classificar a ida ao protesto como “oportunismo”.

Após o divórcio, o CDS veio esclarecer que a ala conservadora a que Borges de Lemos dava a cara não estava formalizada, sendo que este ex-militante “era o único membro que se conhecia”.

Borges de Lemos, que apoiou a nomeação do atual presidente, critica-o por fazer um “percurso de alguém a quem falta a força, a coragem e a personalidade de um líder”.

Esta sexta-feira, após o anúncio da polémica desfiliação, a secretaria-geral dos centristas anunciou ter registado “mais de mil novos filiados” desde janeiro.

Depois de ter admitido diálogo com o Chega, Rodrigues dos Santos encara agora essa possibilidade como “nula”, já que esse partido está cada vez mais assente em “discursos radicais de café”.

Mal-estar no PSD com referência a pacto com Ventura
O presidente do PSD, Rui Rio, admitiu conversar com o Chega se o partido de André Ventura assumir uma “posição mais moderada”. As declarações geraram uma chuva de críticas internas. O ex-deputado José Eduardo Martins classificou as palavras de Rio como a “confissão de uma enorme aflição”. Vários militantes alertaram que a aproximação ao Chega não o ajudará na intenção de formar Governo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)