Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Sampaio e Annan à porta fechada em Madrid

O Presidente da República, Jorge Sampaio, e o secretário-geral da ONU, Kofi Annan, reúnem-se esta quinta-feira à tarde em Madrid, à margem da conferência internacional sobre terrorismo que hoje termina na capital espanhola.
10 de Março de 2005 às 13:58
Sampaio viaja hoje para Madrid, uma viagem que foi autorizada (hoje) pela conferência de líderes da Assembleia da República, como manda a Lei.
Os serviços da Presidência da República informaram, em comunicado, que Sampaio vai reunir-se com Annan logo após este fazer a sua intervenção na conferência, com um discurso sobre a necessidade de haver uma estratégia global para combater o terrorismo.
À cerimónia de encerramento da conferência assistem, além dos Reis de Espanha, os chefes de Estado do Afeganistão, da Argélia, de Marrocos e de Portugal.
Durante a manhã, o ex-comissário europeu António Vitorino moderou o painel de debate que tentou estabelecer uma definição para terrorismo.
A definição proposta por especialistas da ONU é: "qualquer acto destinado a causar a morte ou lesões corporais graves a um civil ou a um não combatente (...) com o propósito (...) de intimidar uma população, ou pressionar um governo nacional, ou uma organização internacional a realizar um acto ou abster-se de fazê-lo".
O director-executivo da organização não-governamental 'Humans Rights Watch', Ken Roth, lamentou o facto de o painel não ter considerado incluir na definição o terrorismo de Estado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)