Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Sampaio da Nóvoa rejeita discriminação sexual

Candidato diz que discriminação não pode acontecer no século XXI.
5 de Janeiro de 2016 às 15:42
O candidato presidencial António Sampaio da Nóvoa
O candidato presidencial António Sampaio da Nóvoa FOTO: Lusa
O candidato presidencial António Sampaio da Nóvoa afirmou esta terça-feira que "não pode haver espaço para discriminação no Portugal do século XXI", tendo vincado que, enquanto Presidente "fará tudo o que estiver ao seu alcance" para mudar esta realidade.

Num almoço sobre questões de género, que decorreu em Lisboa, o candidato afirmou que "não pode haver espaço, mas não pode mesmo haver espaço no Portugal do século XXI para a discriminação, seja ela qual for, com base no género, no sexo ou na orientação sexual".

"Farei tudo o que estiver ao meu alcance para continuar a mudar esta realidade. A igualdade de género é um desígnio maior desta candidatura e representa uma causa que estará na linha da frente da minha leitura das funções presidenciais, ao garantir o cumprimento da Constituição, ao avaliar a legislação no momento da sua promulgação, ao promover e valorizar em todas as ocasiões o papel de todos e de todas na construção do nosso futuro coletivo", disse o candidato.
António Sampaio da Nóvoa Portugal discriminação sexual política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)