Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Santana Lopes decide futuro em 2 semanas

Corrida à capital pode condicionar reunião do PSD.
Cristina Rita 13 de Julho de 2016 às 20:48
Pedro Santana Lopes
Pedro Santana Lopes FOTO: Estela Silva / Lusa
O provedor da Santa Casa de Lisboa, Pedro Santana Lopes, vai decidir até ao final do mês se concorre à Câmara de Lisboa nas autárquicas de 2017. Pode até anunciar uma decisão antes, segundo apurou o CM junto de fontes próximas do antigo primeiro-ministro.

A reflexão de Santana Lopes arrisca assim condicionar a estratégia do PSD, que tem marcado um conselho nacional para dia 20. O provedor não descarta a corrida e os sociais-democratas ainda não têm rosto para defrontar o socialista Fernando Medina.

O conselho nacional do PSD aprovará as linhas gerais do candidato autárquico e há uma palavra de ordem: inclusão.

O PSD não poderá candidatar 17 atuais autarcas, por causa da limitação de três mandatos, e os sociais-democratas estão também a avaliar candidaturas com outros partidos ou movimentos, desde que estas não incluam partidos que apoiem o Governo. Neste quadro, Marco Almeida, em Sintra, ou Paulo Vistas, em Oeiras, podem ser alternativas na corrida eleitoral.

A Norte, a distrital do PSD/Porto vai a votos no próximo dia 23 e o coordenador autárquico do partido, Carlos Carreiras, garantiu ontem ao CM que o PSD vai ter uma candidatura própria no Porto contra o atual autarca, Rui Moreira. Para já, não existem nomes para defrontar o presidente eleito num movimento independente.

Apesar de não existirem nomes ou convite para a Invicta, em Gaia o líder da concelhia, Cancela Moura, é hipótese.
provedor da Santa Casa de Lisboa Pedro Santana Lopes Câmara de Lisboa PSD Fernando Medina Marco Almeida Sintra
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)