Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Sarmento oferece capacete a Santos Silva

No programa de comentário político da TVI24 'Cara a Cara', o presidente do Conselho de Jurisdição Nacional do PSD, Nuno Morais Sarmento, teve um registo de humor esta noite ao oferecer ao seu adversário, Augusto Santos Silva, do PS, um capacete militar.
27 de Outubro de 2009 às 23:20
O presidente do Conselho de Jurisdição Nacional do PSD, Nuno Morais Sarmento
O presidente do Conselho de Jurisdição Nacional do PSD, Nuno Morais Sarmento FOTO: d.r.

"Isto é para o caso de as coisas se tornarem violentas", avisou Sarmento que colocou o capacete em cima da mesa. Augusto Santos Silva, novo ministro da Defesa, agradeceu o presente e ainda teve direito a um camuflado para acompanhar o capacete numa versão "mais radical".

Humor à parte, Sarmento fez uma previsão de um governo "para dois anos". Santos Silva avisou, por seu turno, que quem quiser derrubar o Governo antes do tempo, "perde nas urnas".

Na segunda-feira à noite, Sarmento considerou que o seu partido pode iniciar o processo das eleições directas para a liderança antes da aprovação do Orçamento de Estado.

À Rádio Renascença declarou: "Não há razão nenhuma para que avançado o processo do orçamento, não é tanto a questão da votação, e portanto realizado o que de essencial de trabalho parlamentar e politico que tem que ser feito, o PSD inicie o seu processo. Também não é o Engenheiro Sócrates que fica agora a marcar o calendário, como é evidente, das directas do PSD". Assim, o dirigente acabou por contrariar, em parte, o calendário interno da actual presidente do partido. Uma nuance sobre o momento das directas que surge numa altura em que Morais Sarmento volta a ser apontado como putativo candidato à liderança. Contudo, o próprio disse na passada semana que "para já" está fora da corrida.

No PSD, a sensibilidade interna afecta a Manuela Ferreira Leite aguarda que Paulo Rangel tome uma decisão sobre uma candidatura, enquanto Passos Coelho mantém-se no terreno. Esta quarta-feira estará no programa da SIC- Notícias "Negócios da Semana". Temas como o orçamento de Estado e investimento público como o TGV deverão ser incontornáveis.

O tema de uma supercimeira do partido com ex-líderes e notáveis está, por sua vez, definitivamente afastado. Rui Machete, ex-líder do PSD, começou a fazer contactos para um encontro entre ex-líderes e notáveis do partido antes mesmo de Marcelo Rebelo de Sousa lançar a iniciativa na RTP. Ao CM, Machete disse que não teve "feedback suficiente" para concretizar a ideia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)