Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Saúde no Suplementar do reforço ao chumbo

Aprovadas propostas de baixas por Covid-19 pagas a 100% e concursos para o SNS abertos em 30 dias.
João Maltez 1 de Julho de 2020 às 01:30
Contratação de novos profissionais para o Serviço Nacional de Saúde vai ter abertura de concursos em 30 dias
Contratação de novos profissionais para o Serviço Nacional de Saúde vai ter abertura de concursos em 30 dias FOTO: Bruno Colaço
Baixas por doença para as pessoas infetadas com Covid-19 pagas a 100%, da autoria do Bloco de Esquerda, ou a abertura de concursos em 30 dias para a contratação de profissionais para o Serviço Nacional de Saúde (SNS), defendida pelo PCP, foram duas das medidas de alteração ao Orçamento Suplementar aprovadas ontem pelos deputados. Foram contudo chumbadas quatro propostas para criar suplementos salariais para os profissionais que estão na linha da frente contra a pandemia.

No primeiro dia de votações em sede de comissão de Orçamento e Finanças, o setor da saúde esteve em destaque, ou não fosse este um retificativo ditado pelo aparecimento do novo coronavírus, mas as propostas do BE, do PCP, do Chega e da deputada independente Joacine Katar Moreira para dar um bónus a médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde envolvidos no combate à Covid-19 ficaram pelo caminho. O PS votou contra, o PSD e o CDS abstiveram e os restantes partidos com assento na comissão de Finanças (PAN, Iniciativa Liberal, PCP e Bloco) votaram a favor.

Já relativamente às medidas destinadas especificamente às famílias, o final dos trabalhos ficou ainda marcado pela alteração do sentido de voto nas propostas do BE, PCP e Verdes de redução da mensalidade das creches das famílias com quebra de rendimentos, acabando por ditar o seu chumbo.

Inviabilizadas foram igualmente, com os votos contra do PS, as propostas do BE e do Chega para a descida imediata do IVA da energia. Os socialistas já tinham antecipado esta possibilidade de deixar a baixa do IVA, permitida por Bruxelas, para mais tarde.

As votações das propostas de alteração ao Orçamental na especialidade terminam hoje. A votação final global do documento está marcada para a próxima sexta-feira.

Adicional sobre o setor bancário segue em frente
A criação de um adicional de solidariedade sobre o setor bancário, cuja receita, estimada em 33 milhões de euros, é consignada ao Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social, foi ontem aprovada no Parlamento. A medida, que consta da proposta de Orçamento do Estado Suplementar recolheu os votos a favor do PS, PCP, BE e PAN, a abstenção do PSD e os votos contra do CDS e da Iniciativa Liberal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)