Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

"Se Jardim tivesse vergonha, demitia-se"

O dirigente da CDU-Madeira, Leonel Nunes, afirmou hoje que, depois do resultado eleitoral nas directas do PSD-M, "se Alberto João Jardim tivesse vergonha demitia-se".
3 de Novembro de 2012 às 13:24
eleições na Madeira, Alberto João Jardim, dirigente da CDU, Leonel Nunes
eleições na Madeira, Alberto João Jardim, dirigente da CDU, Leonel Nunes FOTO: Lusa

O ex-deputado comunista na Assembleia Legislativa da Madeira salientou que o partido "não costuma comentar resultados de eleições de outras forças partidárias, até porque o PSD continua a governar a região".

"Não estamos para alimentar o PSD a governar, mas depois do resultado eleitoral de sexta-feira, Alberto João Jardim, se tivesse vergonha, demitia-se", declarou, à margem de uma acção politica subordinada ao tema "um desastre que é preciso pôr fim", junto ao mercado dos Labradores, no Funchal.

Alberto João Jardim venceu na sexta-feira as directas do PSD-M, derrotando pela primeira vez um adversário numa corrida à liderança, o presidente da câmara do Funchal, Miguel Albuquerque, com uma diferença de 142 votos.

Leonel Nunes destacou, na iniciativa política de hoje destinada a incentivar as pessoas a "continuar a luta", que "este Orçamento de Estado não está aprovado".

"Acima de tudo é preciso informar as pessoas que a aprovação do OE para 2013 na generalidade, apesar das piruetas dos deputados da Madeira, não é uma fatalidade, ainda não está aprovado, nem está em vigor", sustentou.

Leonel Nunes afirmou que já ninguém "acredita nas promessas do Governo" e que este OE "vem aumentar o roubo aos trabalhadores", porque consubstancia um aumento de impostos, um corte na protecção social, a redução dos salários e pensões e um aumenta o desemprego, representando "um saque de mais de 3,1 mil milhões de euros".

O dirigente da CDU criticou ainda as iniciativas do Governo central que apontam para a alteração da Constituição, visando retirar "direitos consagrados".

"Não há saída possível para o país com estas medidas do Governo do PSD/CDS. É preciso continuar a lutar, não ir na conversa de padres e vir para a rua contestar", concluiu.

eleições na Madeira Alberto João Jardim dirigente da CDU Leonel Nunes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)