Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Secretário do PS fora da Ordem

A Ordem dos Advogados (OA) confirmou ontem que não tem inscrito André Figueiredo, secretário nacional adjunto do PS e homem de confiança de José Sócrates, que se encontra assim impedido de exercer advocacia. Apesar disso, já em 2005 se intitulava como "licenciado em Direito-Advogado".
15 de Setembro de 2010 às 00:30
André Figueiredo (último à dir.) não está inscrito na Ordem dos Advogados e não pode exercer advocacia
André Figueiredo (último à dir.) não está inscrito na Ordem dos Advogados e não pode exercer advocacia FOTO: José Paiva

"Não está ninguém inscrito com esse nome", explicou ao CM um porta-voz da OA, adiantando que "jurista é quem tem o curso de Direito" e ser "advogado implica a inscrição na Ordem".

"Se não é advogado e assina e se intitula como tal, é considerado procuradoria ilícita. Se tal for comunicado à Ordem por escrito, o procedimento normal é fazermos um processo", esclareceu a mesma fonte. Quanto às dúvidas sobre a licenciatura de André Figueiredo, denunciadas por um seu ex-professor, são confirmadas por Victor Baptista, líder da Federação Distrital do PS--Coimbra: "O que foi dito [afirma ser licenciado em Direito, quando nunca acabou o curso’] está dito e é público. Não acrescento nem retiro nada à afirmação que fiz".

André Figueiredo escreveu no Facebook que tratará "destes ataques nos canais próprios". Em Fevereiro garantiu ao CM que acabou o curso numa universidade de Lisboa.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)