Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Secretas: Director do SIED ouvido quase duas horas

O director do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), Casimiro Morgado, foi ouvido na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, durante quase duas horas, no âmbito da alegada "espionagem" a um jornalista.
6 de Outubro de 2011 às 21:30

Casimiro Morgado, que substituiu Jorge Silva Carvalho no cargo de director do SIED, saiu da comissão parlamentar sem prestar declarações aos jornalistas. 

Os deputados da comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias também não falaram à comunicação social no final da audiência, que se prolongou por cerca de uma hora e 45 minutos e realizou à porta fechada.  

O director do SIED foi ouvido a pedido do BE, que em meados de Setembro apresentou um requerimento a solicitar a audição dos actuais directores do SIED e do Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP), Júlio Pereira. 

No início de Setembro, a comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais ouviu o ex-director do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) Jorge Silva Carvalho.  

A audição realizou-se depois de terem sido divulgadas notícias pelo semanário ‘Expresso’, durante o mês de Agosto, que dão conta do alegado fornecimento de informações de Silva Carvalho à Ongoing, empresa que mais tarde o contratou, e de alegados actos de "espionagem" ao ex-jornalista do ‘Público’ e actual director de informação adjunto da agência Lusa, Nuno Simas, e ao empresário madeirense Humberto Jardim.  

casimiro morgado secretas sied espionagem
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)