Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Seguro desafia Passos Coelho para um "debate público"

Pedro Passos Coelho acusou António José Seguro de "iniciar um caminho de demagogia fácil" durante o debate quinzenal que está a realizar-se esta quarta-feira na Assembleia da República, ao que o secretário-geral do PS ripostou com o desafio para um "debate público" a realizar numa rádio ou numa televisão.
7 de Março de 2012 às 16:25
António José Seguro foi acusado de seguir caminho "da demagogia fácil"
António José Seguro foi acusado de seguir caminho 'da demagogia fácil' FOTO: Paulo Novais/Lusa

Seguro disse que, "apesar de não ter tido uma intervenção pessoal e política" no memorando da troika, vai honrar o acordo negociado pelo Governo de José Sócrates.

Num dos debates mais vivos dos últimos tempos, o líder socialista recusou a proposta do Governo para a redução de freguesias.

Por seu lado, Passos Coelho lembrou que "os problemas dos portugueses não se resolvem com manifestações de amor e carinho" e, referindo-se à polémica do QREN, assegurou que o Governo não está a alterar competências e que ficou muito surpreendido com "tudo aquilo a que vem assistindo". 

Mais uma vez o primeiro-ministro confirmou que haverá uma "comissão-chapéu" que o ministro das Finanças, Vítor Gaspar, coordenará para reavaliar programas. E insistiu que nenhum ministro perdeu poderes, referindo-se à polémica com o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira.

Passos Coelho PSD Vítor Gaspar Álvaro Santos Pereira Finanças Assembleia da República António José Seguro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)