Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Seguro: Há "muitas razões" para sair à rua

O líder do PS, António José Seguro, disse este sábado que os portugueses que participarem nas manifestações desta tarde "têm muitas razões para estar indignados", porque o país "tem vindo a empobrecer" e a economia "a cair".
2 de Março de 2013 às 15:15

"Os portugueses que hoje saem à rua têm muitas razões para estar indignados e para protestarem e exigirem uma mudança de política. E é por isso que as responsabilidades do PS aumentam", afirmou Seguro.

O secretário-geral do PS falava em Campo Maior, no distrito de Portalegre, no enceramento de um fórum intitulado "A Força da Família Socialista".

Na sua intervenção, o líder socialista abordou as manifestações que decorrem este sábado em mais de 40 cidades, em Portugal e no estrangeiro.

Os protestos foram convocados pelo movimento "Que se lixe a troika, o povo é quem mais ordena", para pedir o fim das políticas de austeridade.

No caso de Portugal, segundo António José Seguro, "seria inteligente" que o Governo de coligação PSD/CDS "reconhecesse o seu falhanço" em termos financeiros e económicos e "dissesse 'temos que mudar'", mas "não é isso que acontece".

"Se o país tem vindo a empobrecer, se a economia tem vindo a cair, se nós produzimos menos riqueza, como é que estamos em condições de pagar as nossas dívidas? Como é que estamos em condições de reduzir o nosso défice", questionou o líder do PS.


Antes de discursar no encerramento do fórum em Campo Maior, António José Seguro passou também pelo concelho alentejano de Arronches, onde contactou com a população e visitou o centro de bem-estar local, vocacionado para o apoio aos idosos.

As manifestações que decorrem este sábado em Portugal coincidem com a presença da delegação da troika (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), em Lisboa, para fazer a sétima avaliação do memorando de entendimento.

O movimento "Que se lixe a troika", que organizou uma das maiores manifestações realizadas em Portugal, a 15 de setembro do ano passado, prevê para este sábado vários e enormes protestos pelo país.

António José Seguro país empobrecer protesto indignados
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)