Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

SEGURO, O PROTAGONISTA DA ESQUERDA

O líder parlamentar do PS, António José Seguro, foi alvo de críticas e elogios ao longo da discussão do programa de Governo. Ontem, o primeiro-ministro teceu-lhe elogios pela forma como deu a cara pelo PS. Afinal, o maior partido da oposição não tem secretário-geral.
29 de Julho de 2004 às 00:00
Pediu, até, uma base de entendimento com os socialistas. Mas as palavras mais amistosas de Santana para a oposição ‘azedaram’ na resposta do primeiro-ministro a António José Seguro sobre o défice das contas públicas.
Seguro considerou que o valor real do défice é de 6 por cento e que a coligação está mais perto da regressar à oposição. O líder parlamentar do PS chegou mesmo a sugerir que se criasse uma comissão de inquérito, similar à de 2001 (no governo de Guterres) para avaliar a situação.
Santana não gostou e questionou a legitimidade política do ex-adjunto de Guterres para tecer considerações sobre a matéria.
“Tivemos que andar a apurar a verdadeira dimensão do défice oculto que os senhores deixaram”, contra-atacou. Depois, retomou a teoria do pântano:“Se algum dia dissesse que me ia embora porque não queria deixar o país num pântano, também me podiam acusar de não ter autoridade para falar”.
Seguro foi dos mais duros críticos do programa de Governo, classificando-o de “um conjunto de vulgaridades” e apelidou-o de “velha maioria”, sem representatividade no Parlamento.
Porém, não se livrou também dos ataques da esquerda com acusações de divisões na oposição por se ter abstido nas moções de rejeição ao Governo.
Findo o debate, procurou desvalorizar as críticas do PCP e do BE e mostrou disponibilidade para discutir matérias de interesse nacional como a de restruturação dos serviços de informação e da nomeação do conselho de fiscalização das secretas, órgão que funciona sob a alçada da Assembleia da República. Estas matérias, recorde-se, caíram da agenda política com a mudança de Executivo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)