Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Seguro, Passos e Portas em Belém

Cavaco Silva recebe os líderes do PS, PSD e CDS para forçar um entendimento nas negociações.
19 de Julho de 2013 às 16:41
Cavaco recebe Passos, Seguro e Portas em Belém
Cavaco recebe Passos, Seguro e Portas em Belém FOTO: Lusa/Nuno Veiga

É um esforço final do Presidente da República para estabelecer o compromisso de salvação nacional pedido a 10 de julho em declarações ao País. Segundo o CM apurou, ainda não foi atingido um acordo final e continuam a existir matérias em que o PS diverge da maioria no Governo.

Cavaco Silva chamou informalmente os três líderes partidários a Belém e a razão apontada pelas nossas fontes é a de que procura desbloquear as divergências conhecidas: PSD e CDS querem cumprir o mandato até 2014 e o PS exige que seja cumprido o primeiro pilar do acordo proposto pelo Presidente. Ou seja, que se marque o calendário das eleições legislativas para o pós-troika, a partir de junho de 2014.

O CM contactou os negociadores dos três partidos envolvidos nas negociações mas a resposta foi o silêncio ou apenas um lacónico "agora não posso falar". António José Seguro foi o primeiro a ser recebido, Passos Coelho e Paulo Portas chegam a seguir. 

As especulações dominam as negociações depois de Cavaco Silva, ainda durante a visita às Selvagens, ter falado dos "adversários do compromisso", no que foi lido como uma indirecta a Mário Soares, Manuel Alegre e José Sócrates, que têm pressionado o líder do PS para não assinar um acordo.

Álvaro Beleza, da direcção do PS, já disse que o partido não cede a quaisquer pressões, em nome do interesse nacional.   

Salvação Nacional António josé Seguro Pedro Passo Coelho Paulo Portas Belém Cavaco Silva
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)