Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Seguro recusa convite para reformar Segurança Social

Secretário-geral do PS afirmou que "desafio" do primeiro-ministro "não pode ser levado a sério".
16 de Agosto de 2014 às 18:51
Líder da oposição refere que convite de Passos "não pode ser levado a sério"
Líder da oposição refere que convite de Passos 'não pode ser levado a sério' FOTO: Inácio Rosa/Lusa

O secretário-geral do PS, António José Seguro, recusou este sábado o convite feito na sexta-feira pelo líder do PSD, Pedro Passos Coelho, aos socialistas, para que participem na reforma da Segurança Social.

"A resposta é claramente um não ao primeiro-ministro", afirmou António José Seguro, em Sines, numa conferência de imprensa.

O líder do PS disse que o "desafio" de Passos Coelho "não pode ser levado a sério", tendo em conta "o momento e a forma como foi feito". Para António José Seguro, este tipo de reformas deve ser feito "no início das legislaturas e não no final".

Seguro garantiu que "antes das próximas eleições legislativas, o PS irá apresentar as linhas gerais de uma reforma da Segurança Social".

antónio josé seguro pedro passos coelho convite reforma segurança social sines
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)