Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Sindicatos marcam greve da Função Pública para 26 de Maio

Acção de protesto contra o Governo apoiado pelo partidos de esquerda.
Lusa 5 de Abril de 2017 às 11:56
Ana Avoila, num protesto da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, em abril de 2016
Ana Avoila, coordenadora da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas
Ana Avoila, num protesto da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, em abril de 2016
Ana Avoila, coordenadora da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas
Ana Avoila, num protesto da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, em abril de 2016
Ana Avoila, coordenadora da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas
A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FNSTFPS) anunciou esta quarta-feira uma greve nacional de 24 horas para o dia 26 de maio para reivindicar aumentos salariais e 35 horas de trabalho semanais.

Em conferência de imprensa, a dirigente da FNTSFPS, Ana Avoila, explicou que a ação de protesto pretende reivindicar aumento de salários e do pagamento de horas extraordinárias e a aplicação para todos os trabalhadores das 35 horas.

A sindicalista notou que as maiores participações nas greves costumam ser dos setores da saúde e educação, "mas o sentimento que existe é comum a todos" os 350 mil funcionários da administração central.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)