Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Socialistas afundam-se no Verão

O Verão foi mau para os socialistas em termos de popularidade. Em Setembro, as intenções de voto no PS desceram ao valor mais baixo dos últimos 19 meses, 34,6 %, segundo uma sondagem CM/Aximage efectuada nos passados dias 3 e 4.
7 de Setembro de 2007 às 00:00
A popularidade do primeiro-ministro, José Sócrates, voltou a descer
A popularidade do primeiro-ministro, José Sócrates, voltou a descer
De acordo com o estudo de opinião, em dois meses – entre Julho e Setembro – os socialistas sofreram uma queda de 5,8 pontos percentuais, 40,4 % contra 34,6%. Para a queda registada em Agosto (menos 3,9 pontos percentuais) poderão ter contribuído os três vetos de Cavaco Silva a diplomas do Governo. A actuação do Presidente da República manteve-se estável, com uma nota de 14,8, numa escala de zero a 20.
Os meses de Verão também não favoreceram o PSD. A intenção de voto nos sociais-democratas estabilizou nos últimos meses. Numa altura em que o partido se vê a braços com directas para eleger um novo líder, a 28 de Setembro, o PSD recolhe apenas 28,3% das intenções de voto. O valor mais alto atingido pelo partido desde Março de 2006 vai, contudo, longe: 34,2 pontos percentuais em Abril de 2006.
No caso do CDS-PP, segundo indica a sondagem, a eleição de Paulo Portas para a liderança do partido parece não ter trazido novo rumo. Só entre Agosto e Setembro de 2007 os democratas-cristãos sofreram uma queda de 0,5 pontos percentuais. O BE também assistiu a uma descida de 0,1 pontos percentuais. Apenas a CDU ficou a ganhar nos últimos dois meses com a conquista de 0,9 pontos percentuais.
No que se refere às expectativas no Governo, em Setembro de 2007 48,7% respondem ‘pior do que esperava’, contra 14,3% que afirmam ‘melhor do que esperava’. Actualmente, o índice de expectativas é de menos 17, após ser menos 19 em Julho deste ano.
O balanço mensal de avaliação dos líderes partidários mostra que José Sócrates volta a descer a 8,7, depois de ser 8,9 em Agosto e 8,6 em Julho. Marques Mendes regista ligeira subida de 6,3 em Agosto para 6,6, em Setembro. Desde que tomou posse em Maio, Paulo Portas acumula notas negativas, embora seja em Setembro que se verifica o valor mais baixo de sempre: 6,5. Francisco Louçã, do Bloco de Esquerda, e Jerónimo de Sousa, da CDU, são os únicos com nota positiva: 11,3 e 10,1 respectivamente.
TEIXEIRA DOS SANTOS É FAVORITO
Os ministros das Finanças, Teixeira dos Santos, do Ensino Superior, Mariano Gago, e dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, estão entre os ministros do Governo PS que mais popularidade têm entre os portugueses. Por outro lado, e de acordo com a sondagem CM/Aximage, o ministro da Saúde, Correia de Campos, é o que detém menos popularidade, estando largamente afastado de qualquer um dos 16 ministros. Entre os que reúnem menos popularidade estão ainda o ministro dos Transportes, Mário Lino, e a ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues.
AVALIAÇÃO DA ACTUAÇÃO
NOTAS DE 0 A 20
PRESIDENTE DA REPÚBLICA - Cavaco Silva
- Maio – 14,8
- Junho – 15,2
- Julho – 15,1
- Agosto – 15,1
- Setembro – 14,8
MINISTROS
MAIS POPULARES (nota anterior/ nota actual)
- Teixeira dos Santos (Min. Finanças e Admin. Pública) – 12/11,9
- Mariano Gago (Min. Ciência, Tec. e Ens. Superior) – 10,5/10,7
- Luís Amado (Min. Negócios Estrangeiros) – 10,6/10,6
- Rui Pereira (Min. Administração Interna) – 10,7/10,5
- Alberto Costa (Min. Justiça) – 10,4/10,4
MENOS POPULARES
- Jaime Silva (Min. Agricultura, Des. Rural e Pescas) – 10,1/9,9
- Mário Lino (Min. Obras Púb. Trans. e Com.) – 9,3/9,7
- António Correia de Campos (Min. Saúde) – 5,8/5,4
INTENÇÃO DE VOTO LEGISLATIVO
SETEMBRO 2006/2007
PS
Setembro – 36,6%
Outubro – 38,2%
Novembro - 39,4%
Dezembro - 40,5%
Janeiro – 38,9%
Fevereiro – 39%
Março – 35,7%
Abril – 37,4%
Maio – 38,5%
Junho – 36,7%
Julho – 40,4%
Agosto – 38,5%
Setembro – 34,6%
PSD
Setembro – 29,6%
Outubro – 29,7%
Novembro – 29,3%
Dezembro – 28,6%
Janeiro – 28,4%
Fevereiro – 29,4%
Março – 31,2%
Abril – 30%
Maio – 26,7%
Junho – 26,2%
Julho – 26,9%
Agosto – 28,2%
Setembro – 28,3%
FICHA TÉCNICA
OBJECTIVO: Intenção de voto legislativo
UNIVERSO: Eleitores residentes em Portugal com residência equipada com telefone fixo ou detentores de telefone móvel.
AMOSTRA: Aleatória estratificada por região, habitat, género, idade e escolaridade, com 504 entrevistas efectivas.
COMPOSIÇÃO: Proporcional pela variável estratificação
RESPOSTAS: Taxa de resposta de 75,4 por cento. Desvio padrão máximo de 0,02.
REALIZAÇÃO: Entre 3 e 4 de Setembro de 2007, para o Correio da Manhã pela Aximage, com a direcção técnica de Jorge Sá e João Queiroz.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)