Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

SOCIALISTAS VÃO APROVAR BARROSO

Os deputados socialistas ao Parlamento Europeu (PE) vão viabilizar a eleição de Durão Barroso para presidente da Comissão Europeia. Ferro Rodrigues afirmou que isso era o mínimo depois de o Governo português ter apoiado a candidatura de António Vitorino ao lugar e António Costa, líder da delegação socialista saída das eleições do passado dia 13, repetiu. Mas nem todos os eurodeputados estão de acordo.
5 de Julho de 2004 às 00:00
Manuel dos Santos disse ao CM que se fosse uma decisão pessoal votaria contra. “Não está em causa votar contra Durão Barroso, estamos numa delegação e a decisão deve ser comum a todos e em consonância com os socialistas europeus”, declarou o eurodeputado, adiantando que se se tratasse de uma decisão pessoal certamente que votaria contra. O eurodeputado socialista, um dos poucos a transitar da anterior legislatura europeia, frisou que a votação do nome do presidente da Comissão Europeia no PE é secreta e que como tal nem deveria haver necessidade de cada um anunciar as suas posições. Contudo, cada delegação tenta coordenar posições com o interesse nacional.
Para Manuel dos Santos, a nomeação de Barroso perde alguma importância “uma vez que vai estar sujeito à fiscalidade de dois ‘superministros’, um para os Negócios Estrangeiros e outro para a Economia”.
Durão Barroso já tem uma sala à sua espera no edifício da Comissão Europeia, em Bruxelas. O ainda primeiro-ministro português já pode utilizar a sala para trabalhar, mas só depois do seu nome ser aprovado no Parlamento Europeu é que poderá formar o mini-gabinete de transição. Nomeado presidente da Comissão Europeia, na passada terça-feira, Barroso só assume oficialmente funções no dia 1 de Novembro, mas até lá tem de distribuir pastas pelos comissários dos restantes Estados-membros e tem de preparar o trabalho do próximo executivo comunitário. Para isso o presidente designado da Comissão terá ao seu serviço dois funcionários superiores e três secretárias. Barroso disporá, também, de um carro com motorista. Contudo, se o futuro presidente da Comissão o solicitar terá ao seu serviço “meios mais importantes”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)