Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Sócrates estreia-se em Lisboa

O primeiro-ministro estreou-se ontem a votar para eleições autárquicas em Lisboa. Ao final da manhã, José Sócrates deslocou-se a um stand de automóveis junto à Av. da Liberdade, onde exerceu o direito de voto. "Este é um dia muito especial, como todos os dias em que se vota. Mas para mim é um dia ainda mais especial, porque foi a primeira vez que votei nas eleições autárquicas em Lisboa", revelou o primeiro-ministro, sublinhando: "Votei com emoção e bem, de acordo com aquilo que é a minha preferência."
12 de Outubro de 2009 às 02:00
Sócrates participou numa sondagem da RTP/Antena 1
Sócrates participou numa sondagem da RTP/Antena 1 FOTO: Tiago Petinga/Lusa

José Sócrates apelou à participação de todos os portugueses, uma vez que "as câmaras municipais têm um papel essencial no desenvolvimento do País".

Confrontado com a ideia de que muitos portugueses estão saturados por terem sido chamados às urnas por três vezes num espaço de tempo inferior a quatro meses, José Sócrates recusou essa perspectiva. "Considero que os portugueses querem participar naquilo que são escolhas muito diferentes: primeiro a europeia, depois a legislativa e agora a autárquica. Claro que houve uma concentração de actos eleitorais, o que também motivou uma concentração da actividade política, mas estou convencido de que os portugueses querem participar."

O líder do Governo condenou o acto de violência registado em Ermelo, Mondim de Basto: "Um acto de violência, se ligado a uma questão política, mancha sempre um dia de eleições. Espero que o dia decorra sem mais incidentes e que seja feita justiça."

PROCURADOR VOTOU EM LONDRES

O procurador-geral da República, Pinto Monteiro, votou ontem no concelho de Loures. Pelas 12h05 dirigiu-se à primeira secção de voto da Escola Básica do 1º Ciclo com Jardim-de-Infância, na Portela, acompanhado da mulher, Joaquina Monteiro. Ao CM explicou que esta é a sua secção de voto desde que foi possível exercer o direito de voto e que ganhou o hábito de votar ao meio-dia. Para Pinto Monteiro, a participação revelao grau de intervenção cultural e política de uma população.

Ver comentários