Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Sondagens indicam onda laranja

A sondagem CM/Aximage revela um reforço das intenções de voto no PSD nos últimos dias de campanha, equanto o PS baixa dos 30%.
3 de Junho de 2011 às 17:01
Pedro Passos Coelho deverá ser o vencedor claro das eleições do próximo domingo
Pedro Passos Coelho deverá ser o vencedor claro das eleições do próximo domingo FOTO: Lusa
Pedro Passos Coelho deverá ser o vencedor claro das eleições do próximo domingo e obtém 37,4% das intenções de voto, enquanto José Sócrates baixou para 29,2%.

O PSD precisa de uma coligação com o CDS para a conquista da maioria absoluta. O partido de Portas consolida a terceira posição com 12,5%, enquanto a CDU suge com 8% e o BE com 6,7%.

Os intervalos de confiança revelam que dificilmente a vitória escapará a Pedro Passos Coelho, que no pior cenário teria 33,5% dos votos, mais que o melhor cenário para o PS.
Os socialistas arriscam um cenário terrível. O intervalo de confiança varia entre os 25,5% e os 32,9%. 



   


FICHA TÉCNICA
Universo: indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidor de telemóvel.

Amostra: aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, actividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um sub-universo obtido de forma idêntica. A amostra teve 968 entrevistas efectivas: 461 a homens e 507 a mulheres; 232 no interior, 382 no litoral norte e 354 no litoral centro sul; 265 em aldeias, 335 em vilas e 368 em cidades. A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral.

Tratamento dos indecisos: Dos inquiridos que manifestaram intenção de votar houve 6,1% de indecisos. A distribuição desses 6,1% foi efectuada com base em várias perguntas: uma sobre a hesitação entre votar e não votar; outra, para os que mantiveram a intenção de ir votar, em que foi perguntado de novo em quem admitiam votar. Para os que não responderam a esta última pergunta foi utilizada uma outra questão relativa à actuação dos diferentes líderes partidários.

Técnica: Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido entre os dias 31 de Maio e 2 de Junho de 2011, com uma taxa de resposta de 79,5%.

Erro probabilístico: Para o total de uma amostra aleatória simples com 968 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,015  (ou seja, uma "margem de erro" - a 95% - de 3,1%).
Responsabilidade do estudo:
Aximage - Comunicação e Imagem Lda., sob a direcção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz.
legislativas eleições sondagem ps psd sócrates passos coelho governo cdu cds-pp be
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)