Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

“Sou uma pessoa bem-educada”

"Prezo-me de ser uma pessoa bem-educada e de respeitar os outros." Foi a resposta de Cavaco Silva, ontem, à carta da dirigente do PS Edite Estrela em que diz que a reeleição do Presidente abre caminho a um Governo PSD. Visivelmente incomodado com a questão, o Presidente recusou tecer mais comentários sobre a missiva socialista aos militantes. Atitude semelhante teve relativamente ao próximo Orçamento do Estado, mas, mais uma vez, apelou ao debate de propostas em sede parlamentar.
12 de Setembro de 2010 às 00:30
Cavaco experimenta em Ponte de Lima a fisga artesanal de uma criança
Cavaco experimenta em Ponte de Lima a fisga artesanal de uma criança FOTO: Arménio Belo/Lusa

Ontem, na abertura das Feiras Novas de Ponte de Lima, Cavaco Silva foi recebido por milhares de pessoas, e muitas pediram-lhe para se recandidatar. "Avance e não faça comentários políticos", disse-lhe um homem. Cavaco sorriu e apontou para os jornalistas que seguiam atrás. "Ainda bem que o senhor está a falar isso", respondeu. Mais tarde, após assistir ao cortejo etnográfico, o Presidente falou sobre a sua recandidatura para manter um tabu que está apenas restrito à data em que fará o anúncio oficial. Até lá, continua a ser Presidente da República.

"Continuarei no exercício das minhas funções e tenho uma agenda muito cheia para os próximos tempos", disse Cavaco Silva. "Vou fazer em 2010 o que fiz em 2006, 2007, 2008 e 2009, incluindo os convites dos presidentes de câmara", clarificou. Durante duas horas, Cavaco Silva assistiu e saudou o desfile etnográfico, recebeu flores, pão regional, bebeu vinho verde e até brincou com uma fisga artesanal de uma criança.

"O POVO É BOM E GENEROSO"

"O povo português é bom. É muito generoso", disse Cavaco Silva face aos muitos apelos que ouviu para se recandidatar a Belém.

E em Ponte de Lima recebeu apoios emocionados. Uma idosa chorou por ter estado perto de Cavaco. "Nunca o tinha visto e toquei-lhe", comentou com os familiares. "Eu vim do Brasil de propósito para o ver e cumprimentar", disse-lhe um emigrante natural de Ponte de Lima. Até as crianças quiseram ver o Presidente. "Está ali sentado na frente. É aquele que tem a gravata azul clara e está a rir", dizia Diogo,

de dez anos, ao irmão mais novo. "As gentes desta região são muito generosas", repetia Cavaco Silva, distribuindo sorrisos e cumprimentos. "Gostei imenso de vir a estas grandes Feiras Novas", disse Cavaco Silva antes de deixar Ponte de Lima.

Ver comentários