Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Suspeitas de corrupção no negócio do comboio

A Unidade Nacional da Polícia Judiciária que investiga os crimes económicos acredita que a criação da empresa municipal SATU – que tem como objecto um sistema de transporte urbano em Paço de Arcos, Oeiras – poderá indiciar os crimes de tráfico de influências e participação económica em negócio.
28 de Abril de 2010 às 00:30
O comboio move-se num curto espaço sem necessidade de tripulação. A empresa deu 3 milhões de prejuízo
O comboio move-se num curto espaço sem necessidade de tripulação. A empresa deu 3 milhões de prejuízo FOTO: Natália Ferraz

A mesma empresa tem estado sob fortes críticas, depois de o prejuízo, no ano passado, ter ultrapassado os três milhões de euros.

Actualmente, a linha tem apenas um único troço que liga Paço de Arcos ao Centro Comercial Oeiras Parque.

A SATU, gerida em parceria entre a Câmara de Oeiras e a Teixeira&Duarte, foi alvo de buscas da Polícia Judiciária e foram apreendidos diversos documentos. O mesmo aconteceu na construtora que detém 49% do capital.

Segundo o CM apurou, não foram constituídos quaisquer arguidos por as autoridades entenderem que o processo está ainda na sua fase inicial. Serão agora analisados os documentos, para verificar se houve dolo na gestão da empresa que gere um comboio já apelidado de ‘fantasma’. A par do processo da PJ está ainda a decorrer uma investigação da Inspecção Geral de Finanças.

No último relatório daquela entidade foi mesmo referido que o projecto apresenta dúvidas de natureza "fiscal e empresarial".

A investigação nasceu de uma denúncia e o inquérito é titulado pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal do Ministério Público. As diligências foram entregues à Judiciária.

PORMENORES

TRIPULAÇÃO

O comboio move-se num curto percurso sem necessidade de tripulação. Funciona de forma automática e pode imobilizar-se pelo toque como um elevador.

INAUGURADA

A linha foi inaugurada a 7 de Junho de 2004 e percorre pouco mais de um quilómetro. Está previsto o seu prolongamento até à estação ferroviária do Cacém.

4 MINUTOS

A SATU funciona todos os dias das 08h00 às 00h30. A frequência máxima de passagem é de quatro minutos (com toda a frota de carruagens).

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)