Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

UNIÃO PSD/CDS-PP É 'ESCÂNDALO' NOS AÇORES

O presidente do Governo regional dos Açores, o socialista Carlos César, considerou ontem "um escândalo para a democracia" a formação de uma coligação PSD/CDS-PP para as eleições regionais de 2004.
2 de Dezembro de 2003 às 00:00
Carlos César diz que PSD não tem líder competitivo
Carlos César diz que PSD não tem líder competitivo FOTO: Nuno Veiga/lusa
No passado fim-de-semana, o PSD/Açores decidiu em congresso mandatar o seu líder, Victor Cruz, para negociar com o CDS-PP uma coligação para as eleições regionais de 2004. Em visita oficial ao Brasil, Carlos César afirmou que a ideia representa "um escândalo para a democracia" e que a decisão dos sociais-democratas açorianos demonstra que o "PSD compreendeu que tem uma liderança que não é competitiva".
O líder do PS/Açores salientou ainda que o CDS-PP nos Açores "é um pequeno partido com uma ambição grande", mas tal ambição "é incompatível" com a representatividade que os açorianos lhe têm atribuído em anteriores eleições.
Os líderes açorianos do PSD e CDS-PP mostraram-se disponíveis para encontrar um "projecto comum" alternativo aos socialistas, que lideram o poder nos Açores desde 1996.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)