Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Valentim atira-se a Fernando Ruas

O major Valentim Loureiro não gostou que o presidente da Associação Nacional de Municípios (ANMP), Fernando Ruas, o colocasse ao lado dos nomes de Isaltino Morais e Fátima Felgueiras quando falava sobre corrupção nas autarquias. Ontem, em conferência de Imprensa afirmou que Ruas “deveria saber que não estou envolvido em nenhuma situação e corrupção na Câmara”.
26 de Julho de 2006 às 00:00
O Major também não gostou da insinuação que os autarcas duplicam vencimentos nas empresas municipais
O Major também não gostou da insinuação que os autarcas duplicam vencimentos nas empresas municipais FOTO: António Rilo
“Depois de tudo o que passei nos últimos tempo, não sei como é que uma pessoa que representa os município portugueses é capaz de me meter no mesmo saco”, disse o presidente da Câmara de Gondomar.
O major referia-se a uma entrevista dada por Ruas ao programa ‘Diga lá Excelência’, da Rádio Renascença, de 9 de Julho, em que o presidente da ANMP quando questionado sobre a descredibilização do poder local, respondeu que Isaltino e Felgueiras apesar das acusações foram eleitos pelo povo e que enquanto não forem acusados judicialmente “merecem respeito”.
No seguimento da resposta afirmou que “esses autarcas e o major Valentim Loureiro, enquanto não forem acusados, são autarcas de pleno direito”. Valentim não gostou da associação e afirma que o caso em que está envolvido nada tem a haver com as autarquias, mas com o futebol .
O autarca afirmou ainda que se está a “lançar areia” para os olhos das pessoas, quando se “tenta passar para a opinião pública que há duplicação de vencimentos, uma vez que essa situação já foi regulamentada por José Sócrates”.
METRO EM SETEMBRO
O Governo deverá anunciar o projecto para a segunda fase do metropolitano do Porto em Setembro, com a linha de Gondomar incluída, garantiu Valentim Loureiro. “Nem me passou pela cabeça que este Governo inviabilizasse a linha de Gondomar”, frisou o autarca.
De acordo com Valentim Loureiro, a construção da primeira parte da linha, entre o Dragão (Porto) e a Lourinhã (Gondomar) tem condições para “avançar já”, devido à elevada rentabilidade. A segunda parte da linha até S. Pedro da Cova, ainda está em fase de estudo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)