Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Vitória seguida de férias

Depois de retirar a Câmara de Santarém aos socialistas que há 30 anos lideravam a autarquia, Moita Flores decidiu ontem tirar cinco dias de férias para recuperar do cansaço da campanha eleitoral.
11 de Outubro de 2005 às 00:00
“Nunca pensei que isto fosse tão intenso e tão brutal fisicamente”, confessou ao CM Moita Flores. E num claro desabafo exclama: “Não sei como é que o dr. Mário Soares consegue voltar a candidatar-se!”.
Sem querer revelar o destino exacto onde se encontra, o independente apoiado pelo PSD, refugiou-se no sul do País na companhia da sua família para recarregar baterias após 15 dias intensos de campanha eleitoral. Destes dias, Moita Flores guarda com carinho alguns momentos, entre os quais uma visita ao circo com cerca de duas mil crianças: “Vou passar a ir ao circo mais vezes”, remata.
Já com “mágoa” realça a solidão que encontrou nos muitos idosos com quem se cruzou durante a campanha no concelho.
No regresso das mini-férias, Moita Flores irá definir os pelouros com que irá ficar, assim como os que irá atribuir aos três restantes vereadores eleitos: Ramiro Matos, Mário Santos e Lígia Batalha.
Moita Flores já destacou, no entanto, duas prioridades para concretizar assim que tomar posse como presidente da Câmara de Santarém: “recuperar a dívida a curto-prazo da autarquia” e “instalar aquecimento nas escolas”.
O grande derrotado da noite de anteontem foi Rui Barreiro, que se candidatava ao segundo mandato. Apesar da derrota para a presidência da autarquia, o PS conseguiu manter o mesmo número de vereadores, quatro. Uma questão que parece não preocupar o independente Moita Flores: “Só haverá dificuldade em governar se houver má-fé”.
O CM tentou ontem contactar Rui Barreiro mas até ao fecho da nossa edição tal revelou-se impossível. Segundo apurou o CM junto de fontes próximas de Rui Barreiro, o autarca em funções deverá assumir o seu lugar de vereador.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)