Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Wikileaks: Cavaco Silva surpreendido com fragilidade dos Estados Unidos

O candidato presidencial Cavaco Silva manifestou-se esta terça-feira surpreendido com a fragilidade do sistema de segurança norte-americano que permite a divulgação de correspondência diplomática, mas notou que os embaixadores "às vezes são bastante imaginativos".

14 de Dezembro de 2010 às 12:03
Cavaco Silva acusa embaixadores de escreverem o que os patrões gostam de ler
Cavaco Silva acusa embaixadores de escreverem o que os patrões gostam de ler FOTO: Manuel de Almeida/LUSA

"Há uma coisa que me surpreende: como é que um país como os Estados  Unidos tem um sistema de segurança que afinal é tão frágil, que permite  que os telegramas confidenciais, secretos, reservados, enviados pelos embaixadores  que têm em todas as partes do mundo se tornem acessíveis desta forma, para  mim essa é a grande surpresa", afirmou Cavaco Silva, a propósito da divulgação  de correspondência da diplomacia norte-americana.  

 

Questionado se se revê no retrato que de si é feito nos telegramas provenientes  da embaixada norte-americana em Lisboa, o também Presidente da República reagiu de forma bem humorada, considerando que "as imaginações e os juízos  dos senhores embaixadores dos Estados Unidos em Portugal só eles de facto  esclarecer".   

 

"Os embaixadores às vezes são bastante imaginativos e até às vezes gostam  de escrever aquilo que os patrões gostam de ler nas mensagens que mandam  para as suas sedes", sublinhou Cavaco Silva, que falava aos jornalistas  depois de ter formalizado a sua candidatura às eleições de 23 de janeiro. 

 

O jornal espanhol 'El País' divulgou domingo vários telegramas da diplomacia  norte-americana disponibilizados no 'site' da Wikileaks sobre Portugal.  De acordo com o diário espanhol há telegramas onde se afirma que Portugal  permitiu aos Estados Unidos utilizar a base das Lajes, nos Açores, para  repatriar detidos de Guantanamo.  

 

Os mesmos documentos mencionam ainda opiniões da diplomacia americana  sobre os chefes de Estado e de Governo portugueses, assim como sobre os  líderes dos partidos da oposição. Cavaco Silva é destacado pelo "seu esforço  em ser um mandatário bipartidário" mas a quem a embaixada atribui "sérias  vinganças políticas pelo simples facto de não ter sido convidado  à Sala  Oval na Casa Branca".

wikileaks cavaco silva presidente
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)