Zona euro só terá estabilidade duradoura com maior convergência, diz Costa

Primeiro-ministro falava numa conferência após a sessão de trabalhos da IV Cimeira dos Países do Sul da UE.
Por Lusa|10.01.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O primeiro-ministro, António Costa, defendeu esta quarta-feira, em Roma, que só uma maior convergência conferirá à zona euro uma estabilidade duradoura e insistiu que é "fundamental" completar a União Económica e Monetária (UEM).

"Só aproximando as nossas economias e os nossos níveis de desenvolvimento consolidaremos e daremos estabilidade duradoura à zona euro, e para que isso aconteça é fundamental que a zona euro tenha a capacidade orçamental adequada que nos permita a todos fazer os investimentos necessários, eliminar os bloqueios estruturais à nossa competitividade e reforçar o nosso potencial de crescimento", disse.

António Costa falava numa conferência de imprensa conjunta após a sessão de trabalhos da IV Cimeira dos Países do Sul da UE -- que junta os chefes de Estado e de Governo de Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia, Chipre e Malta -, na qual os sete líderes fizeram declarações sem direito a perguntas dos jornalistas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!