Correio da Manhã

Guarda prisional admite ter agredido jovem que morreu em Coimbra
Foto Ricardo Almeida
Foto Getty Images
Homem detido por agredir e matar a mulher em Portimão
Por P.G. | 09:22
  • Partilhe
Presente a tribunal, homem confessou que deu "alguns socos" no rapaz, mas que se arrependeu de imediato.

O guarda prisional, de 40 anos, acusado com outros dois homens de ter agredido um jovem, de 18 - que morreu horas depois - admitiu esta terça-feira, no Tribunal de Coimbra, ter dado "alguns socos".

Mas disse ter-se arrependido no momento seguinte e lamentou "profundamente" o desfecho.

Na sessão, foram ainda ouvidos amigos da vítima, Leonardo Queda, que o acompanhavam em setembro de 2016, nas festas de Montemor-o-Velho.

"Bateram-lhe como se fosse um boneco, um saco de boxe. Parecia uma coisa do outro Mundo", descreveu um dos amigos.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE