Correio da Manhã

Incêndio junto ao Santuário de Nossa Senhora dos Remédios
Foto Nuno André Ferreira
Santuário esteve em risco
Foto Nuno André Ferreira
Santuário esteve em risco
Por Manuel Jorge Bento | 09:02
  • Partilhe
Homem de 62 anos usou isqueiro e foi detido pela Judiciária.

Queria limpar os terrenos dentro da propriedade do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego, e usou um isqueiro para atear um incêndio, a 5 de agosto, que colocou o próprio templo em perigo. O suspeito, um desempregado de 62 anos, foi detido pela Polícia Judiciária de Vila Real. Vai ser este sábado presente ao Tribunal de Viseu.

Só a rápida intervenção de populares e funcionários do santuário, bem como dos bombeiros, impediu que as chamas tomassem maiores proporções. O incêndio colocou ainda em perigo uma vasta mancha florestal com mais de cem espécies de árvores, bem como outras instalações urbanas.

Só este ano, a PJ de Vila Real já deteve 28 suspeitos de incêndio florestal - um número bastante superior à média dos últimos anos, que rondava 15 a 20 detenções.

Já a PJ do Centro anunciou ontem a detenção de um madeireiro que ateou um incêndio que destruiu 800 metros quadrados de floresta, em Paradela de Lorvão, Penacova, com um cigarro, e um servente de pedreiro que ateou quatro fogos, em Silgueiros de Bodiosa, Viseu, e em Vilar, Vouzela.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE