Correio da Manhã

PJ investiga morte suspeita na Festa do 'Avante'
Foto António Pedro Santos/Lusa
Foto António Pedro Santos/Lusa
Foto António Pedro Santos/Lusa
Por Miguel Curado | 01:30
  • Partilhe
PCP diz que voluntário foi vítima de morte súbita. PSP ouviu relatos contraditórios, no Seixal.

Um voluntário da festa do ‘Avante’, encontro anual do PCP no Seixal, morreu este domingo ao final da tarde, no interior do recinto, em circunstâncias que a Polícia Judiciária de Setúbal foi chamada a investigar e que o partido atribuiu, ao CM, a uma "doença súbita". A autópsia deverá tirar as dúvidas.

O primeiro alerta às autoridades dava conta de que a vítima se teria sentido mal e que elementos da organização a transportaram para junto de uma portaria.

Os bombeiros da Amora e do Sul e Sueste, que estavam no dispositivo da festa comunista (que terminou este domingo), tentaram socorrer a vítima. Chamaram o INEM, que acabou por atestar o óbito, e a PSP.

Os agentes não conseguiram esclarecer as circunstâncias da morte e acionaram a PJ de Setúbal.

É que alguns populares contaram que a vítima, de cerca de 40 anos, terá provocado problemas no interior da festa (com um bombeiro, sem agressões) e algum tempo depois, por o homem estar muito nervoso e agitado, foi retirado por seguranças para o local onde morreu.

A autópsia deverá dar certezas sobre as causas da morte. O corpo não apresentaria hematomas, nem sangue.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE