Correio da Manhã

Campistas fixos na praia de Faro vão ter de sair até 2019
Foto Luís Costa
Por Rafael Duarte | 08:38
  • Partilhe
Autarquia considera fundamental o espaço ser de utilização pública e livre acesso.

A Câmara de Faro anunciou que o parque de campismo da praia de Faro vai voltar a ser um "espaço para utilização pública, de livre acesso e gerido como empreendimento dentro dos padrões legalmente exigíveis a equipamentos desta natureza".

A garantia foi dada pela autarquia farense que aprovou o fim do contrato de comodato que tinha assinado com a Associação de Utentes e Amigos do Parque de Campismo da Praia de Faro (AUAPCPF).

Os sócios da coletividade, que usufruíam exclusivamente deste espaço desde 2010, terão que deixar o parque até 15 de setembro de 2019. O presidente da autarquia, Rogério Bacalhau, destacou que esta decisão é de "importância capital" por se tratar de "um passo fundamental" tendo em vista o desenvolvimento económico e a afirmação turística do local, mas também para a população que há muito desejava a recuperação do parque.

Entretanto a Câmara de Faro já abriu o concurso para ser selecionada a empresa que irá realizar a empreitada de edificação do novo parque de campismo, sendo que a autarquia espera que "o concurso leve um ano até estar concluído e se iniciem os trabalhos".

A 29 de março de 2010 a autarquia farense cedeu à AUAPCPF o antigo parque de campismo da praia de Faro, que fechou portas em junho de 2003, por despacho do então presidente da Câmara, José Vitorino.

PUBLICIDADE
O comodato permitia aos sócios da associação utilizar o espaço , em exclusividade, sendo o contrato renovado automaticamente por períodos de 60 dias.

O CM tentou ontem contactar os representantes da associação mas sem sucesso.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE