Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Petiscos conquistam o Algarve e unem 280 estabelecimentos

Odisseia gastronómica irá chegar em maio a Lagos e Aljezur, passando a reunir seis concelhos algarvios.
Rui Pando Gomes 1 de Março de 2016 às 19:06
Petiscos podem ser provados nos estabelecimentos que aderirem à iniciativa gastronómica que está a ter muito sucesso
Petiscos podem ser provados nos estabelecimentos que aderirem à iniciativa gastronómica que está a ter muito sucesso FOTO: Pedro Noel da Luz
Começou como uma brincadeira de amigos e transformou-se num projeto de sucesso além-fronteiras. Neste ano, a Rota do Petisco vai chegar a seis concelhos algarvios, num total aproximado de 280 estabelecimentos participantes. As inscrições de comerciantes terminam nesta semana para os dois novos concelhos, Lagos e Aljezur, que se juntam a Portimão, Lagoa, Silves e Monchique.

Na sua sexta edição, a odisseia gastronómica continua a crescer e neste ano vai começar mais cedo nos dois novos concelhos, entre 1 e 29 de maio. Ao que o CM apurou, entre as novas iguarias está um ensopado de pata roxa com batata doce, que será servido num dos restaurantes de Aljezur. "Já temos 50 inscrições nos concelhos de Lagos e Aljezur, mas ainda podem aumentar", disse ao CM Maria Nobre Carvalho, que coordena o projeto da associação Teia D’Impulsos nestes dois concelhos. Em 2015, o evento teve um impacto económico que ultrapassou os 700 mil euros, com mais de 24 mil passaportes vendidos.

Neste ano, a Rota do Petisco arranca a 1 de maio, em Lagos e Aljezur, com um máximo de 80 estabelecimentos. Continua em junho nos concelhos de Monchique, Silves e Lagoa, com mais 80 locais e os mesmos petiscos, e termina em setembro em Portimão, concelho onde nasceu e onde participam 120 estabelecimentos.

A iniciativa tem também um objetivo solidário, com a angariação de um euro por cada passaporte. O montante será doado a projetos sociais.