Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Edifícios históricos vão dar lugar a hotéis

Imóveis estão localizados na Baixa Pombalina.
Rui Pando Gomes 14 de Março de 2016 às 10:32
Imóveis ficam localizados na Baixa Pombalina de Vila Real de Santo António
Imóveis ficam localizados na Baixa Pombalina de Vila Real de Santo António FOTO: DR
Já foram edifícios importantes da Baixa Pombalina de Vila Real de Santo António (VRSA) e podem vir a ser agora transformados em hotéis de charme para receber turistas. A Câmara de VRSA lançou, na semana passada, a hasta pública para o arrendamento e adaptação dos três edifícios históricos em unidades turísticas. A estratégia faz parte de um pacote de investimentos turísticos, que ronda os 200 milhões de euros, que será aplicada no concelho nos próximos anos.

Os imóveis estão localizados na Baixa Pombalina, zona da cidade candidata a Património da Humanidade da Unesco e que é um grande exemplo da arquitetura e do urbanismo ainda preservados do século XVIII. Todo o centro histórico é baseado nos ideais iluministas, que a autarquia local tem conseguido preservar através da aplicação do Plano de Pormenor de Salvaguarda do Núcleo Pombalino de VRSA e constituição da Área de Reabilitação Urbana.

O objetivo do projeto, segundo revelou a autarquia de VRSA, é "criar alojamento de tipologia superior em edifícios históricos na Baixa Pombalina", no sentido de "aliar recuperação do património ao turismo cultural". O procedimento para a reabilitação dos espaços está a ser desenvolvido pela empresa municipal Sociedade de Gestão Urbana. Ainda segundo a autarquia, as unidades vão destinar- -se "exclusivamente a utilização turística, cujo conceito estará alicerçado na história de Vila Real de Santo António, criando um novo segmento baseado no património e na cultura locais". Uma estratégia que , no entender do autarca Luís Gomes, vai "contribuir fortemente para a notoriedade do concelho enquanto destino turístico e cultural", além de ser uma forma de valorizar o património e "promover a diferenciação do destino a um nível nacional e internacional".
edifícios hóteis de charme património imóveis Baixa Pombalina UNESCO