Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

5,5 milhões para retirar o amianto de 33 escolas em Vila Nova de Gaia

Intervenções vão decorrer em vários estabelecimentos do 1º ciclo e também em EB 2/3.
Ana Isabel Fonseca 12 de Maio de 2019 às 09:53
Escola EB2/3 de Valadares
Sala de aula
Sala de aula
Escola EB2/3 de Valadares
Sala de aula
Sala de aula
Escola EB2/3 de Valadares
Sala de aula
Sala de aula
Trinta e três estabelecimentos de ensino do concelho de Vila Nova de Gaia vão ver o amianto ser retirado em breve. Trata-se de um projeto da câmara municipal, que irá investir um total de 5,5 milhões de euros.

O concurso será lançado na próxima semana e existe a previsão de que este plano de remoção do amianto - substância considerada cancerígena - seja concretizado ao longo de três anos letivos.

"É um problema que tem de ser resolvido, não porque haja risco, mas porque o fibrocimento (placas passíveis de conterem amianto) também se degrada com o tempo. Temos de fazê-lo para evitar que isto se torne um problema", explicou Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da autarquia.

As intervenções abrangem estabelecimentos de ensino do 1º ciclo e também as EB 2/3 que estão a receber obras, como é o caso da escolas de Valadares, da Costa Matos e da Sophia de Mello Breyner. O custo será totalmente suportado pela autarquia, uma vez que o quadro comunitário não prevê fundos para este tipo de intervenção.

"Não aconteceu, mas, para nós, as questões das escolas são prioritárias, assumimos com o nosso próprio orçamento", adianta o autarca de Gaia.

A câmara indica ainda que estas intervenções vão permitir uma melhoria geral nas condições destes estabelecimentos de ensino, que foram edificados na década de 1980.

"O projeto irá permitir levar a cabo, igualmente, uma otimização destes edifícios escolares, reduzindo os custos energéticos e permitindo a melhoria substancial do conforto térmico das escolas", avança igualmente a autarquia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)