Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Administração do Hospital de S. Bernardo escapa a estacionamento pago

Médicos, enfermeiros e auxiliares recusam pagar estacionamento e fazem circular abaixo-assinado nos corredores da unidade.
Sofia Garcia 17 de Novembro de 2019 às 09:52
Parque do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, passou a ser pago pelos funcionários
Hospital de São Bernardo, em Setúbal
Hospital de São Bernardo, em Setúbal
Hospital de São Bernardo
Parque do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, passou a ser pago pelos funcionários
Hospital de São Bernardo, em Setúbal
Hospital de São Bernardo, em Setúbal
Hospital de São Bernardo
Parque do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, passou a ser pago pelos funcionários
Hospital de São Bernardo, em Setúbal
Hospital de São Bernardo, em Setúbal
Hospital de São Bernardo
A implementação de parques de estacionamento pagos no Hospital de S. Bernardo, em Setúbal, está a motivar uma onda de contestação interna. Funcionários da unidade hospitalar revelaram ao CM que foram convidados pela administração do Centro Hospitalar de Setúbal (CHS) a levantar um cartão de estacionamento, pelo qual podem chegar a pagar mais de 15 euros todos os meses.

"Eu tenho horário fixo e irei pagar entre 12 a 15 euros por mês. Quem entra e sai a horas diferentes pode vir a ser ainda mais prejudicado", explicou uma auxiliar de ação médica. A insatisfação é generalizada e, nos corredores do hospital, corre já um abaixo-assinado contra a decisão da administração.

"Médicos, enfermeiros e auxiliares estão a assinar um documento para entregar à administração porque isto é inadmissível", revelou outra auxiliar. Ao que o CM conseguiu apurar, apenas os membros da direção do Hospital de S. Bernardo estão isentos do pagamento mensal dos novos parqueamentos, mantendo os lugares de estacionamento que já tinham anteriormente.

O CM confrontou o CHS com os novos dados recolhidos junto dos funcionários daquele hospital, bem como a confirmação do pagamento mensal a que cada colaborador está obrigado, mas em resposta o centro hospitalar esclareceu apenas que "à semelhança do que já acontece na maioria dos hospitais públicos, a gestão do parqueamento de viaturas no HSB será efetuada pelo SUCH - Serviço de Utilização Comum dos Hospitais, entidade do Ministério da Saúde parceira de diversos hospitais públicos".
Hospital de S. Bernardo Setúbal Centro Hospitalar de Setúbal CHS saúde hospitais política questões sociais
Ver comentários