Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Aeroporto do Montijo com “custos escondidos”

Obra ficará concluída em nove anos e custa 1,15 mil milhões de euros.
João Saramago 21 de Setembro de 2019 às 06:00
Aeroporto do Montijo, rejeitado por engenheiros e ambientalistas, poderá vir a ter custos para os contribuintes
Aeroporto do Montijo, rejeitado por engenheiros e ambientalistas, poderá vir a ter custos para os contribuintes FOTO: Direitos Reservados
A Ordem dos Engenheiros arrasa a solução de um novo aeroporto no Montijo. É apontado o risco de os custos estarem subavaliados, acabando por recair sobre os contribuintes. O "não" dos engenheiros junta-se às críticas dos ambientalistas.

Na consulta pública ao Estudo de Impacte Ambiental, a Ordem dos Engenheiros participou com um trabalho de 26 páginas, no qual sublinhou que "os valores do investimento apresentado para a construção do aeroporto", incluindo os acessos rodoviários, "parecem subavaliados".

A expansão do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, e a transformação da base área do Montijo representa um investimento de 1,15 mil milhões de euros, pagos pela ANA - Aeroportos de Portugal, segundo o acordo assinado em janeiro último entre a ANA e o Estado.

A obra, que deverá ficar concluída em 2028, obrigou à elaboração do Estudo de Impacte Ambiental, ao qual foram feitas 1086 participações, favoráveis ou não à obra.

A associação ambientalista Zero aponta "graves erros e lacunas" à solução. Defende a "incompatibilidade" da localização com a conservação da natureza, os impactos no ruído e qualidade do ar, as pressões que vai causar sobre as infraestruturas e a falta de uma avaliação adequada da emissão de gases com efeito de estufa.

A Quercus defende, por sua vez, a expansão do Metro de Lisboa ao Montijo e a construção de um oleoduto para reduzir as emissões provenientes dos camiões de abastecimento de combustível. A decisão sobre a viabilidade ambiental da obra será conhecida no final do próximo mês.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)