Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Área ardida é a maior dos últimos quatro anos

Até 15 de setembro, Instituto da Conservação da Natureza e Florestas regista 6496 hectares consumidos pelas chamas.
3 de Outubro de 2016 às 12:58
Chamas deflagraram a 3 de setembro, em Monchique, com o incêndio a alastrar depois ao concelho de Portimão
Chamas deflagraram a 3 de setembro, em Monchique, com o incêndio a alastrar depois ao concelho de Portimão FOTO: Pedro Noel da Luz
José Carlos Eusébio
Os incêndios que lavraram este ano no Algarve, no período entre 1 de janeiro e 15 de setembro, consumiram 6496 hectares de floresta e mato. A dimensão da área ardida em 2016 é a maior dos últimos quatro anos.
Segundo dados do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), foram registados este ano 170 pequenos fogos e 10 incêndios florestais na região. As chamas destruíram 3169 hectares de floresta e 3327 hectares de mato.
O maior incêndio teve início no dia 3 de setembro, na Foia, em Monchique, e depois alastrou ao concelho de Portimão. As chamas consumiram uma área de 4443 hectares de floresta e mato.
O segundo maior fogo aconteceu no dia 8 de agosto, em São Marcos da Serra, no concelho de Silves. Ardeu uma área de 1766 hectares. Ainda no município de Silves, junto à sede do concelho, houve, no dia 8 de setembro, um incêndio que destruiu 250 hectares.
No ano passado, no mesmo período, a área ardida no Algarve não passou dos 214 hectares, apesar de ter sido registado um maior número de incêndios.
É preciso recuar quatro anos para encontrar uma área ardida maior do que a deste ano, no período de 1 de janeiro a 15 de setembro. Em 2012, as chamas consumiram 22 189 hectares de floresta e mato, em resultado de quase 500 fogos.
Nesse ano, apenas um grande incêndio, que eclodiu na zona do Cachopo, no concelho de Tavira, reduziu a cinzas uma área de serra com 21 437 hectares. Este foi, aliás, o maior incêndio, em termos de área ardida, registado em todo o País nesse ano. n
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)