Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Autarquia reduz passivo em 35 milhões de euros

Atrasos do Portugal 2020 complicam Plano Plurianual de Investimentos (PPI).
Francisco Manuel 16 de Abril de 2017 às 09:20
Câmara Municipal de Braga
Câmara Municipal de Braga FOTO: José Rebelo
A Câmara Municipal de Braga diminuiu o passivo em 35 milhões de euros, entre 2013 e 2016, passando de 141 para 106 milhões de euros. No mesmo período, a dívida total registou também uma descida de 73,7 para 47,7 milhões de euros, o que equivale a menos 26 milhões de euros. Só no último ano, a descida foi de cerca de 10,2%, o que equivale a uma redução da dívida total de 5,4 milhões de euros.

Estes resultados são apresentados no Relatório de Gestão de 2016, que destaca também uma redução superior a 15% da dívida bancária do município. Já a dívida consolidada, referente a todo o universo municipal, diminuiu 55% nos últimos três anos, evoluindo de 107 milhões euros para 48 milhões de euros.

"A situação financeira do município resulta de uma gestão empenhada na poupança e na sustentabilidade para continuar a mitigar a dívida municipal e, desta forma, alavancar os investimentos estratégicos para o concelho", afirma Ricardo Rio, presidente da autarquia.

No último ano em análise, Braga apresenta um saldo global de 8,1 milhões de euros, o que representa uma situação financeira superavitária, isto é, com existência de lucro. "O equilíbrio das contas não assenta no financiamento externo, mas sim na sua capacidade de autofinanciamento", realçou, em comunicado, a autarquia.

A Câmara de Braga salienta ainda que a taxa de execução de apenas 33% do Plano Plurianual de Investimentos (PPI) é "fruto dos atrasos verificados na execução do Portugal 2020". O Relatório de Gestão de 2016 da Câmara Municipal de Braga vai ser votado amanhã, na reunião do executivo camarário.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)