Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Aveiro e Águeda pensam em nova ligação rodoviária

Via rápida estava prometida há décadas por sucessivos governos mas não teve continuidade.
Patrícia Lima Leitão 12 de Março de 2019 às 08:46
Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro
Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro
Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro
Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro
Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro
Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro
Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro
Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro
Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro
Os autarcas de Aveiro e Águeda vão firmar um compromisso para desenvolver uma nova ligação rodoviária entre as duas cidades, prometida há décadas por sucessivos governos.

As autarquias estão agora dispostas a deixar cair o perfil de via rápida da denominada ‘via rápida Aveiro/Águeda’, nunca concretizada e anunciada em 2008, e alterar o que está definido, no sentido de admitir que a nova ligação tenha perfil urbano em parte do percurso.

"Na parte urbana, assumiremos nós as nossas responsabilidades e, na parte não urbana, continuaremos a trabalhar junto dos governos para nos facultar fundos comunitários para, em sede de comunidade intermunicipal, podermos cumprir esse objetivo", disse Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro, que acredita ter descoberto "o ovo de Colombo", com a alteração ao tratado que vai ser promovida, dando uma nova utilidade ao nó de S. Bernardo/Oliveirinha da A17 e respetiva rotunda.

"Temos o nó da A17 que tem uma densidade de tráfego muito baixa e, com aquele nó, fazemos a travessia de sul para norte e já estamos do lado de Eixo e Oliveirinha. Não precisamos de um nó novo e do lado norte é a floresta, por onde se pode estruturar a relação com terrenos de usos industriais", afirmou o autarca, para quem o traçado como estava não fazia sentido, obrigando, por exemplo, um pesado de mercadorias vindo do sul, com destino a uma das fábricas do Eixo, a prosseguir na A17 até ao nó de Esgueira e depois percorrer a EN230 em sentido inverso.

Os 22 quilómetros que separam as duas cidades demoram meia hora a percorrer.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)