Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Cais do Sodré e Docas vão ter videovigilância

Bairro Alto, Cais do Sodré e Docas vão ter planos de segurança autónomos, com mais vigilância da PSP e da Polícia Municipal.
Miguel Curado 5 de Maio de 2018 às 08:13
Videovigilância em Lisboa vai ser alargada do Bairro Alto, onde já existe, para as zonas do Cais do Sodré e das Docas
Videovigilância em Lisboa vai ser alargada do Bairro Alto, onde já existe, para as zonas do Cais do Sodré e das Docas FOTO: Correio da Manhã
A videovigilância em Lisboa vai ser alargada do Bairro Alto, onde já existem câmaras, para as zonas do Cais do Sodré e das Docas, em 2019. A medida insere-se no reforço de segurança da noite da capital, cujo plano foi esta sexta-feira anunciado pelo Ministério da Administração Interna (MAI) e pela autarquia, e que também prevê patrulhas conjuntas entre a PSP e a Polícia Municipal.

Recorde-se que o MAI pediu o levantamento das condições de segurança na noite de todo o País após o espancamento de dois jovens por seguranças da discoteca Urban, em Lisboa, em novembro de 2017. "Identificámos menos de 100 locais a nível nacional, com ocorrência frequente de distúrbios", explicou o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

A maioria dos locais fica em Lisboa, no Porto e no Algarve. Por isso, optou-se pela capital para o início de uma intervenção na noite. Assim, segundo a secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, "o alargamento da videovigilância ao Cais do Sodré e Frente Ribeirinha prende-se com a criação de planos de segurança autónomos para estas zonas, e o Bairro Alto".

"A PSP vai decidir os locais de instalação das câmaras, que estarão ativas em 2019", referiu a governante. A reforma legislativa implementada pelo MAI obriga ainda os locais de diversão a instalarem câmaras não só nas entradas, mas em todo o estabelecimento, ligadas às esquadras da PSP.

Cada discoteca e cada bar passa a ser obrigado a possuir um plano de segurança próprio, com as forças de segurança autorizadas a encerrar os espaços em caso de violência. Foi ainda anunciada uma campanha de reforço de fiscalização do consumo de álcool por menores, em especial nas lojas de conveniência junto às zonas de diversão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)