Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Candidatura do PSD em Castro Marim disputada por Estevens e Amaral

Partido apoia presidentes de câmara em exercício que pretendam recandidatar-se.
João Mira Godinho 9 de Fevereiro de 2017 às 08:36
Francisco Amaral diz que a decisão da Comissão Política Concelhia do PSD é uma “brincadeira de mau gosto”
Francisco Amaral diz que a decisão da Comissão Política Concelhia do PSD é uma “brincadeira de mau gosto” FOTO: Luis Costa
A escolha do candidato do PSD em Castro Marim nas próximas eleições autárquicas está envolta em polémica. O partido apoia os autarcas em exercício que pretendam recandidatar-se, como é o caso de Francisco Amaral, atual presidente da câmara. No entanto, a Comissão Política Concelhia decidiu apoiar José Estevens, o anterior autarca.

"Tomámos conhecimento da proposta da concelhia e vamos analisar a situação", referiu ao CM David Santos, presidente do PSD-Algarve, acrescentando que a Comissão Política Distrital do partido deve reunir-se na sexta-feira [amanhã] ou na segunda "para tomar uma decisão". Sem querer pronunciar- -se sobre a polémica, David Santos recordou que a estratégia nacional de apoio aos autarcas em exercício "foi aprovada, por unanimidade, pela Comissão Política Distrital [do Algarve], numa votação em que participou José Estevens".

Depois de 15 anos (1998/2013) à frente da autarquia de Castro Marim, por atingir o limite de mandatos José Estevens candidatou-se pelo PSD à Câmara de Tavira nas últimas autárquicas, tendo sido derrotado. Pelo mesmo motivo, Francisco Amaral, até 2013 presidente da Câmara de Alcoutim, concorreu a Castro Marim pelos sociais-democratas, tendo conseguido a eleição.

Agora, José Estevens pretende recandidatar-se ao lugar, contando com o apoio da Comissão Política Concelhia. Entre outras acusações, esta estrutura diz que Amaral foi uma "desilusão e um logro". O autarca desvaloriza as críticas e classifica a decisão da Comissão Política Concelhia como uma "brincadeira de mau gosto".
Ver comentários