Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Casa Escondida passa a ser atração turística no Porto

Edifício passa despercebido por estar localizado entre as igrejas do Carmo e das Carmelitas.
Nelson Rodrigues 30 de Agosto de 2019 às 08:37
Imóvel integra igreja do Carmo, que fica localizada entre a rua do Carmo e as praças Gomes Teixeira e Carlos Alberto
Imóvel integra igreja do Carmo, que fica localizada entre a rua do Carmo e as praças Gomes Teixeira e Carlos Alberto FOTO: Flipa Brito / Município do Porto
É uma das casas mais estreitas do País. A Casa Escondida, cuja construção foi concluída em 1768, está literalmente entalada entre a igreja do Carmo e a igreja das Carmelitas, na Baixa do Porto. É tão estreita que passa despercebida a olho nu, sendo a sua existência até desconhecida de muitos portuenses. A partir de agora, este imóvel vai passar a ser uma atração turística e poderá ser visitado.

A Casa Escondida, considerada a mais estreita da Invicta, está entre as propostas curiosas incluídas no percurso turístico-cultural com que a Venerável Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo está a assinalar os 250 anos de serviço. O objetivo de abrir aquele espaço ao público é permitir o percurso pela história da instituição através do seu património.

Desta forma, quem visitar a igreja do Carmo - localizada na confluência da rua do Carmo com as praças de Gomes Teixeira (conhecida como praça dos Leões) e de Carlos Alberto -, poderá fazer o percurso pelos edifícios da Ordem Terceira e todas as estruturas da instituição. Entre os vários espaços da igreja, destaca-se a sacristia, cuja decoração é como uma extensão do próprio templo, assim como as catacumbas, que albergam uma mostra única das pratas da Ordem do Carmo, um exemplar da prataria portuguesa que esteve exposto no Museu Nacional de Soares dos Reis há cerca de dois anos.

A Casa Escondida recebeu reuniões secretas durante as Invasões Francesas, no Liberalismo, e logo após a proclamação da República, na perseguição às ordens religiosas. Foi construída na mesma altura que a igreja da do Carmo - em estilo barroco-rococó, património nacional da autoria do arquiteto José de Figueiredo Seixas, com influências de Nicolau Nasoni.
Ver comentários