Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Cheias provocam prejuízos de milhares a agricultores

Lesados apontam o dedo à gestão da barragem do Baixo Sabor, que, dizem, poderia ter evitado os estragos.
Ana Borges Pinto 18 de Abril de 2016 às 16:39
Catarina Martins de Torre de Moncorvo
Catarina Martins de Torre de Moncorvo FOTO: DR
Cerca de dez mil couves-coração vão ser deitadas ao lixo, representando um prejuízo de 50 mil euros para uma jovem agricultora da Foz do Sabor, Torre de Moncorvo. As fortes chuvas dos últimos dias provocaram inúmeros estragos em culturas de Trás-os-Montes, devido às cheias que inundaram terrenos e estufas.

"As culturas ficaram submersas devido ao leito do rio Sabor, que galgou as margens e invadiu os meus terrenos. Estragou-me os legumes, das 23 mil couves-coração que tenho plantadas, dez mil estão agora cobertas de terra, o que faz com que acabem por apodrecer", disse Catarina Martins, 24 anos.

No fim do mês, a jovem agricultora ia exportar para Inglaterra, tendo, com isto, perdido o negócio. "O único sustento que temos é a agricultura e eu não entendo como deixam isto acontecer. Com os avisos prévios da Proteção Civil, penso que deviam fazer descargas antecipadamente porque iria ajudar a gerir melhor os caudais", concluiu, criticando a gestão da barragem do Baixo Sabor.

Também na aldeia de Carvalhais, em Mirandela, a água invadiu sete estufas, destruindo na totalidade tudo o que lá se encontrava plantado. "Tenho 4500 pés de tomate e 2000 pés de feijão-verde, mas não consigo recuperar nada", disse Rui Malhadas, empresário agrícola.

"A água veio de um ribeiro que se encontra a cerca de 100 metros das estufas e não tem a limpeza suficiente. Não fazem manutenção e em dias de muita chuva acontece isto", afirmou o homem, que abastece muitos super e hipermercados da região. Em ambos os casos, os lesados queixam-se da falta de apoio, quer por parte das autarquias quer pela Proteção Civil. "Devia existir mais ligação e dialogo entre a Câmara de Mirandela e a Proteção Civil com os empresários locais do setor", referiu ao CM.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)